Todos enfrentamos desafios na vida. E, muitas vezes, somos colocados perante escolhas difíceis, pois representam uma dicotomia entre aquilo que sabemos ser correcto e verdadeiro, e um benefício fácil, embora às custas da moral e ética.

Observar o modo como Jesus reagiu perante os desafios à fé, à integridade, à verdade, à moral e à ética, é uma aprendizagem que não podemos dispensar.

A tentação no deserto mostra-nos um Jesus perfeitamente humano. Após 40 dias de peregrinação e jejum, o seu corpo estaria fraco, a sua mente a começar a pregar partidas, a sua vontade colocada à prova. Não é um Deus, nem um super-Homem, mas um homem como nós, sujeito às mesmas fraquezas. Esta é talvez a realidade acerca de Cristo mais difícil de entendermos: ele era 100% Deus, mas ao mesmo tempo 100% homem. Isso significa que tinha tanta fome como nós teríamos, tanta sede como nós teríamos, tanta vontade de escapar dali como nós teríamos. E foi nesse momento de fraqueza que a tentação chegou, como quase sempre acontece connosco.

Satanás atacou várias vezes, com alvos diferentes, apelando a necessidades ou desejos diferentes, mas com uma única intenção: derrotar Jesus. Coisas simples, sem moralidade associada, como o comer, foram manipuladas por Satanás tornando-as pecaminosas. O apelo ao egoísmo, à vaidade, à necessidade de reconhecimento dos outros foram fonte de tentação. O sucesso, a fama, o caminho fácil sem olhar a meios, mas com abandono de convicções e da verdade, são a estratégia do inimigo. Quantas vezes não temos sentido a sedução destas mesmas tentações? Quantas vezes não temos falhado em resistir?

Jesus foi bem sucedido onde nós tantas vezes falhamos por que Ele confiou na única coisa que poderá trazer vitória: a Palavra de Deus. Ao trazermos a Palavra de Deus para a nossa luta pela pureza e santidade, trazemos também a presença de Deus, o conselho de Deus, a sabedoria, o poder e a vitória de Deus sobre o pecado e Satanás.

Sejamos, pois, imitadores de Cristo, para com Ele sermos também vitoriosos.

.

____________________________________________________________

Clique para ler Mateus 4:1-11.

lique para ler ou descarregar Olhar a Bíblia: Mateus 4:1-11.pdf

Anúncios

15 thoughts on “Mateus, capítulo 4, versículos 1-11

  1. Acho q estamos no deserto o tempo todo e precisamos estar o tempo todo ligado a palavra de Deus. Como foi difícil vencer para o Deus homem, será tb pra nós!!!

    Gostar

  2. Essa tentação que se refere acho que cada um enfrenta o tentador (diabo)esta dentro de cada um de nos e no deserto que significa o silêncio o olhar pro nosso coração e confiar nos ensinamentos de Jesus e expulsar nossos próprios demônios isso eu penso que Jesus quis nos ensinar já que ensinava por parábolas

    Gostar

  3. Palavras sabias de Jesus para derrotar Satanás, que possamos ser imitadores de Jesus para superar todas as tentações que o mundo nos trás a oferecee.

    Gostar

  4. Jesus usou de muita sabedoria para derrotar Satanás no deserto. Nós vemos a parte em que Jesus usa a Palavra para se defender das astutas ciladas que o inimigo lhe preparou. Mas o meu mestre venceu todas. Como Ele mesmo disse que no mundo teremos aflições, mass que devemos ter bom ânimo, que ele venceu e nós iremos vence-lo tbem. Mas para isso nós temos que sujeitar a Deus e resistir ao diabo e ele fugirá de nós!!!!!! uma boa noite a todos e fique na paz do senhor Jesus

    Gostar

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s