A juventude e as cãs :: Devocional

21.Abr :: Provérbios 20:29

Deus ensina-nos que há um tempo e uma estação própria para tudo. Contudo, é frequente ouvirmos as pessoas manifestarem a sua insatisfação porque gostavam de viver noutro tempo. Os jovens querem ser mais velhos para poderem ter acesso a coisas que ainda lhes são vedadas. Os velhos quer voltar atrás no tempo a uma época em que ainda tinham vigor.

Deus ensina-nos a aproveitar bem e a viver todo o potencial de cada fase da vida. A força e as cãs (os cabelos brancos) são a nossa glória – motivo de orgulho – em diferentes momentos da vida. A força e vitalidade do jovem permite-lhe explorar, empreender, arriscar e aprender. A experiência do ancião permite-lhe encarar a vida com tranquilidade, sabedoria, maturidade e coração resolvido.

Em suma, pára de te lamentar e goza ao máximo o momento presente que Deus te concede. Cada um deles é cheio de oportunidades para desfrutares do Amor de Deus e gozares a vida que Ele coloca diante de ti.

  1. Consideras-te uma pessoa insatisfeita? Porquê?
  2. Aprender a aceitar a tua condição, digo aceitar e não acomodar, é o ponto de partida para cresceres e seres feliz, independentemente das circunstâncias. Pede a Deus que mude o olhar que tens sobre ti e as tuas circunstâncias, e te ajude a ver, reconhecer e experimentar as oportunidades de vida que Ele coloca diante de ti.

Como Zaqueu

A história de Zaqueu (Lucas 19:1-10) é ensinada às crianças na Escola Dominical por causa da sua simplicidade e também, porque não admiti-lo, pelo seu quê de cómico. Imaginar um homem de referência na sociedade, rico, empertigado, a empoleirar-se numa árvore é no mínimo caricato e inesperado. Mas, este episódio não pretende entreter-nos. Com ele aprendemos muitas coisas acerca do Homem, de Deus, e de como chegar a Ele.

Do Homem aprendemos que na maioria das vezes se move por interesses e paixões. A sua vontade é volátil e o seu foco está na multidão. Estar com a multidão não significa estar perto da verdade. A multidão é amorfa e reage com indiferença às necessidades individuais.

De Deus aprendemos que não busca a aprovação das multidões. O Seu foco está no indivíduo, nas suas necessidades reais e não na “benção-espectáculo”. Ele conhece a cada um pelo nome e busca cada um individualmente.

Com Zaqueu, um homem declaradamente pecador – era desonesto e ladrão – aprendemos o caminho para a salvação.

Continue a ler Como Zaqueu

Rio imparável

Fiquei surpreendido com as imagens das Cataratas do Niagara divulgadas recentemente. São de 1969 e muito diferentes daquilo que estamos habituados a ver.

Cataratas Niagara - 2007

 

 

 

 

 

Cataratas Niagara - 1969

 

 

 

 

 

Em 1969, o Corpo de Engenharia do Exército Americano, esvaziou o leito do poderoso rio durante 6 meses, para conduzir estudos de solos a fim de avaliar o impacto da erosão no leito do rio. É, sem dúvida, um feito notável.

Ao ver estas imagens lembrei-me de um Rio que não pode ser travado, desviado, impedido ou diminuído. O profeta Ezequiel fala nele no capítulo 47 do seu livro. Este Rio flui da casa de Deus. Aqueles que se chegam a ele serão curados, receberão Vida, e darão muito fruto. Terão uma experiência crescente com Deus, a ponto de serem inteiramente submergidos, cercados por todos os lados da sua Graça e Poder.

Mas, os que recusarem estas águas vivas, tornar-se-ão em charcos e pântanos. Vidas sujas, cheias de morte. Sem esperança.

Qual será a tua escolha?

Chuva de Vida

Ao sinal das primeiras chuvas acontece um fenómeno interessante com a terra. De um dia para o outro tudo fica verde!  Hoje, no comboio, ao olhar pela janela, o ar pesado e cinzento imposto pelas nuvens e a chuva, contrastava solenemente com a frescura e vitalidade dos campos que, de repente, se vestiram de verde.

O rei David clamava por Deus e dizia: “Estendo para ti as minhas mãos; a minha alma tem sede de ti, como terra sedenta. (Selá.)” Salmos 143:6

Nos momentos de fraqueza e secura, busca a Deus, como uma terra seca procura a água. Busca a Sua Palavra até que Ele venha sobre ti como uma chuva suave que desperte, de novo, a vida que há em ti.

“Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao SENHOR; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” Oséias 6:3

Gratidão

O verdadeiro espírito grato  expressa-se nas mais pequenas coisas. Oração do J. ontem à noite:

“Obrigado, Senhor Jesus, por este dia que me deste. Amém! (…pausa…) E obrigado pela minha caminha, do J., Amém!”

Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”  1 Tessalonicenses 5:18