Acabo de chegar do culto onde uma música com quase 100 anos remexeu o meu coração.

“Quando andamos na luz e tomamos a cruz,
E seguimos ao nosso Senhor,
Com que benção e paz Ele nos satisfaz
E nos enche do Seu santo amor!
É confiar, sim, e obedecer,
Se contentes em Cristo
Nós queremos viver.”
Henry Maxwell Wright (1849 – 1931)
.

Precisamos aprender ainda tanto acerca da experiência cristã. Andar na luz é rejeitar as trevas e todo o pecado que lhes está associado. Tomar a cruz é aceitar e enfrentar as provas que possam vir com a alegria do compromisso que temos com Cristo. Segui-lO é priorizá-lo em tudo, e obedecer-Lhe.

E o mais maravilhoso de tudo é que quando assumimos esta atitude – que muitos julgam castradora da liberdade – encontramos a verdadeira vida e todo o seu significado!