A língua :: Devocional

24.Mar :: Provérbios 12:17-19,22

Dizia Eurípedes, poeta grego da antiguidade, que “A minha língua jurou, o meu coração não”. A mentira, as palavras torpes, a maledicência, a gabarolice, as falsas promessas, a ofensa, a injúria, são pecados que nascem da língua. Tiago dizia que nenhum homem pode domar a sua língua (Tg.3:8). A raíz de pecado que existe em nós faz sair da nossa boca aquilo que está no nosso coração e natureza, ou seja, tudo o que é mau.

Deus mostra-nos um caminho diferente. A língua pode ser um poderoso instrumento de benção quando está sujeita ao domínio do Espírito Santo.

  1. Como tens usado a tua língua? Ela tem sido um instrumento de benção ou de maldição?
  2. Tiago também diz que aquele que consegue dominar a sua língua está preparado para dominar todas as áreas da sua vida. (Tg.3:2) Por que achas que ele atribui uma importância tão grande a esta questão?
  3. Como é que a tua língua pode ser uma fonte de benção?
Anúncios

One thought on “A língua :: Devocional

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s