Porque sinto que estou salvo

Ontem, publiquei um artigo sobre a minha certeza de salvação. Tenho a certeza que estou salvo porque nada na minha salvação depende de mim, mas, tudo de Deus, e Ele não falha.

Hoje, quero abordar a questão de uma outra perspectiva: Porque sinto que estou salvo? A minha confiança segura de que estou salvo está em Deus, mas, a transformação constante da minha vida e do meu coração também é a confirmação do novo nascimento. O que quero dizer?

1. Um amor crescente por Deus.

Quanto mais O conheço mais o Amo. Deus tem se tornado o ponto fulcral da minha vida. Não consigo imaginar a minha vida longe d’Ele. Quero conhecê-l’O mais, agradar-Lhe em tudo. Fico desolado quando O ofendo. Tenho prazer em fazer a Sua vontade.

Amo ao SENHOR, porque ele ouviu a minha voz e a minha súplica. (Salmos 116:1)

Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama. (Lucas 7:47)

2. Um amor crescente pela Palavra.

O meu prazer é meditar e partilhar a Palavra de Deus. Não sou um homem de muitas palavras, na verdade sou bastante introvertido, mas, sou capaz de ficar horas a falar sobre o Evangelho. Amo a Palavra e construo a minha vida sobre o conhecimento da vontade divina que ela me traz.

Oh! quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia. Salmos 119:97

3. Um amor crescente pela Igreja.

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. (João 13:35)

O amor pelos irmãos na fé, fruto do Amor derramado por Deus nos nossos corações, é o pano de fundo do que significa ser Igreja – o uso dos dons, a disciplina, a adoração, o ensino, a pregação do Evangelho, a comunidade de amor curativo. É na Igreja que me sinto em casa. Servir o povo de Deus o meu desejo.

Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. (Atos 20:28)

Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo,
Do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome,
Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior;
Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor,
Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade,
E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.
Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera,
A esse glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém.
(Efésios 3:14-21)

4. Um ódio crescente pelo meu pecado.

Já não sou capaz de ignorar o pecado em mim. Ele entristece-me, repulsa-me. Tenho um desejo ardente por santidade e pureza. Sinto-me incomodado quando estou num ambiente em que a linguagem, as conversas ou os hábitos são uma expressão da natureza caída do Homem.

Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;
Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.
Miserável homem que eu sou!
(Romanos 7:22-24)

Por estas duas razões:

  • Deus, o Autor e Consumador da minha salvação, e
  • A transformação visível do novo nascimento.

vou caminhando seguro até ao Lar. E, tu?

Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s