A Bíblia ensina que o nosso amor é inconstante e efémero.

Que te farei, ó Efraim? Que te farei, ó Judá? Porque a vossa benignidade é como a nuvem da manhã e como o orvalho da madrugada, que cedo passa. Oséias 6:4

Mas, também ensina que o Amor de Deus é eterno, incondicional e consequente.

Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. 1 João 4:10

Quanto a mim, quero mais do Amor de Deus em mim para aprender a amar como Ele.