Estás triste?

Esta semana tem sido muito dura para a nossa família. A vóvó L. partiu para a glória. Sabemos que agora ela achou o seu merecido descanso, mas a saudade e a dor da perda ficarão connosco por longos dias.

No dia seguinte à sua morte, regressando a casa ao fim da tarde, o J. estranhou o silêncio no carro. Sem nada mais que o pudesse demonstrar, ele dirige-se à S. e pergunta:

“Mamã, estás triste?”

Eu e a S. entreolhamo-nos.

“Não, filho, está tudo bem.”

Após um momento ele torna a perguntar:

“Mamã, estás triste? Estás triste comigo?”

“Oh, filho, não! A mamã não está triste contigo.”

“Então, estás triste com a mana? Estás triste com o papá?”

“Filho, a mamã não está triste com ninguém!”

Como é que se explica a um menino de 2 anos que a “bisa” morreu?.

Olhei para a S. e notei que os seus olhos se humedeceram, e percebi que não era pela dor da perda, mas pelo carinho e cuidado que o seu filho demonstrava para com ela. Eram lágrimas felizes.

Seguimos em quase silêncio o resto da viagem, mas aquele momento ficou comigo. E penso:

“Como é que eu reajo quando Deus se entristece?”

Será que busco entender a causa com tal afinco? Tento encontrar alguma coisa em mim que possa ter magoado o Seu coração? Procuro alegrá-lo de todas as maneiras que me são possíveis? Bem sei que Deus é Deus e não precisa de nenhum homem. Mas, é também Pai, e o seu coração se comove pelos seus filhos.

Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s