Jesus, a Rocha Eterna

9.Dezembro :: Jesus, a Rocha Eterna

Todos ansiamos por segurança. Buscamo-la na família, nos amigos, na educação, no emprego, no dinheiro, na fama, na saúde, no governo, nos bens. Sabemos por experiência que não podemos controlar nenhuma destas coisas e por isso tentamos  lançar alicerces amplos para que se alguma coisa falhar não fiquemos desprotegidos. Se faltar o dinheiro, que tenhamos a saúde. Se falhar a saúde, que nos valha a família. Que ilusão a de pensarmos que por nos apoiarmos em muitas coisas inseguras estamos em segurança! O que faremos quando tudo falhar?

O rei David passou por muitos momentos difíceis ao longo da sua vida. Nesses dias negros em que tudo parecia falhar e não via saída David não desesperou. Ele sabia que estava seguro. Quando velho, no seu leito de morte, David esclarece a razão da sua confiança:

 “Palavras de Davi, filho de Jessé; palavras do homem que foi exaltado, do ungido pelo Deus de Jacó, do cantor dos cânticos de Israel:

“O Espírito do Senhor falou por meu intermédio; sua palavra esteve em minha língua.

O Deus de Israel falou, a Rocha de Israel me disse: ‘Quem governa o povo com justiça, quem o governa com o temor de Deus, é como a luz da manhã ao nascer do sol, numa manhã sem nuvens. É como a claridade depois da chuva, que faz crescer as plantas da terra’.

A minha dinastia está de bem com Deus. Ele fez uma aliança eterna comigo, firmada e garantida em todos os aspectos. Certamente fará prosperar em tudo e concede-me tudo quanto desejo.

Mas os perversos serão lançados fora como espinhos, que não se ajuntam com as mãos;

quem quer tocá-los usa uma ferramenta ou o cabo de madeira da lança. Os espinhos serão totalmente queimados onde estiverem”. (2 Samuel 23:1-7)

David tinha uma confiança absoluta em Deus, porque Ele era a sua rocha. Tudo aquilo que é edificado sobre a rocha permanece inabalável mesmo na tempestade. A Rocha que firmava David era a mesma que protegia a Israel, e a mesma que hoje pode trazer-te segurança.

Porque não quero, irmãos, que vocês ignorem o fato de que todos os nossos antepassados estiveram sob a nuvem e todos passaram pelo mar.

Em Moisés, todos eles foram batizados na nuvem e no mar.

Todos comeram do mesmo alimento espiritual

e beberam da mesma bebida espiritual; pois bebiam da rocha espiritual que os acompanhava, e essa rocha era Cristo. (1 Coríntios 10:1-4)

Apesar disso muitos ainda O rejeitam, iludindo-se com falsas ideias de segurança. Mas, de Deus vem o aviso:

Este Jesus é ‘a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular’. (Atos 4:11)

Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s