Pois é, o Natal está quase a chegar. Para a maioria esta celebração perdeu todo o seu sentido original. Jesus já nem sequer é mencionado. Fala-se da família, dos presentes, do Pai Natal, dos doces, resumindo, de tudo que possa exaltar o meu EU. Esta é a mentalidade pós-moderna que invade a nossa consciência comum – individualista, em busca do prazer, focada no imediato.

A Igreja tem a responsabilidade de agir contracultura levantando voz para anunciar a Jesus. Embora as Escrituras não nos ensinem a celebrar o nascimento de Jesus, este é um tempo propício para partilhar o Evangelho. Assim sendo, demos ouvidos ao desafio que nos é imposto de falar de Cristo “a tempo e fora de tempo” (2Tm.4:2).

Amanhã iniciaremos um devocional de Advento – uma caminhada em reflexão sobre a Encarnação. Este ano o tema global é: “Conhecer Jesus”. Todas as meditações são baseadas em passagens do Evangelho de João e o objectivo é fazer sobressair a pessoa de Jesus Cristo como “a imagem da glória do Pai” (Jo.1:14).

Junta-te a nós! Deus te abençoe.