A fome do Inferno :: Devocional

18.Maio :: Provérbios 27:20

Lucrécio, poeta da Roma Antiga, disse sobre o inferno:

“É preciso afugentar com ímpeto esse medo do Inferno
que perturba profundamente a vida do homem,
estendendo sobre tudo a lúgubre sombra de morte
e não deixando existir nenhuma alegria serena e inteira.”

O Homem tenta escapar à realidade do Inferno por todos os meios. Ignorando. Fantasiando. Esperando que seja aqui e agora pelos rigores que a vida impõe. Racionalizando.

A verdade, porém, é que o Inferno é bem real, e, nenhuma das tentativas do Homem o afastará dele. Todos os dias milhões de pessoas descobrem esta realidade da pior maneira. Porque o Inferno nunca se farta. E, os olhos do Homem – sede da sua concupiscência – nunca se fartam de pecar!

A Boa Nova de Deus é que:

“Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.” (Jo.3:16-19)

  1. Qual é a tua convicção em relação ao Inferno?
  2. O que pensas depois da meditação de hoje?
  3. O que vais fazer pelos teus amigos/conhecidos que ainda não conhecem esta realidade?
Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s