Terrores nocturnos

O nosso filho J. está a atravessar uma fase difícil. Na hora de deitar ele quase entra em pânico e não quer dormir. Acorda sobressaltado durante a noite e temos dificuldade em acalmá-lo. A explicação: “Há um leão feroz que vem me morder!”. Um pesadelo que teve há dias perturbou aquilo que antes era uma experiência de tranquilidade.

O seu medo é bem real apesar de não existirem razões objectivas para isso. E o nosso instinto protector está em alerta máximo por causa do sofrimento em que o sentimos.

A única coisa capaz de o tranquilizar é a presença protectora do pai ou da mãe. “O perfeito amor lança fora o medo.” (1Jo.4:18)

Hoje, enquanto pensava nisto ocorreu-me que Deus, o Pai, muitas vezes se deve sentir “perplexo” por não O buscarmos para protecção quando temos medo, sabendo nós que Ele tem todo o poder para nos defender. Como temos tanto a aprender acerca da relação íntima que Deus quer ter connosco, como a de um Pai que abraça, cuida, protege e ama os seus filhos acima de todas as coisas.

Pensei também na estranheza do facto de nos deixarmos dominar por sentimentos de angústia, medo ou temor, tendo nós por Pai, o Eterno Senhor e Todo-Poderoso Deus. Por quê duvidar?

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.”
Salmo 91
Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s