Pouco depois de termos deitado os miúdos o J. começou a chorar. Começámos a pensar que teríamos uma noite difícil. Quando cheguei ao quarto ele estava muito queixoso. Perguntei-lhe o que se passava – imaginando que fosse uma manha qualquer – e ele respondeu:

“A mana não orou ao Jesus!”

Fiquei comovido com a preocupação dele e  lembrei-me de uma exortação que Deus nos dirige:

E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e ás boas obras” (Hebreus 10:24)

P.S.: Depois de orarmos todos dormiram tranquilamente! 🙂