Verdade e Consequência

“A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices.
Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos.
O temor do SENHOR é limpo, e permanece eternamente; os juízos do SENHOR são verdadeiros e justos juntamente.”
(Salmo 19:7-9)

Ando há dias com este texto na cabeça. É tremendo! Já o tinha lido muitas vezes, mas desta última vez, ao ler numa versão diferente (Almeida Corrigida e Revisada Fiel), o enunciado diferente fez-me reflectir melhor.

David começa por enumerar as perfeições do Senhor e da sua vontade para nós:

  1. A lei do Senhor é perfeita, isto é completa, coerente, absoluta, à qual não falta nada, harmoniosa, e, por isso, traz tranquilidade e descanso a quem se deixa dirigir por ela.
  2. O testemunho do Senhor é fiel, isto é, totalmente confiável, verdadeiro hoje, amanhã e sempre, em todos os lugares e circunstâncias, e, por isso, ajuda na tomada de decisões até às pessoas mais simples.
  3. Os preceitos do Senhor são retos, isto é, direitos, justos, correctos, não defraudam nem iludem, e, por isso, só podem ser motivo de gozo para quem os vive.
  4. O mandamento do Senhor é puro, isto é, sem maldade, sem interesses mesquinhos ou egoístas, santo, inocente, e, por isso, traz luz e clareza à vida de todos.

Como consequência dessa perfeição de Deus e das bençãos que Ele traz à nossa vida, O TEMOR DO SENHOR É LIMPO! A minha reverência para com Deus, o respeito que Ele me merece, a consideração absoluta por Aquele que me faz tanto bem e é Santo e Perfeito, é limpa, isto é, sem pecado!

Tremi todo quando li estas palavras. E, ao cabo de dias, elas ainda martelam no meu coração e na minha mente. A evidência do meu temor ao Senhor é uma vida limpa. LIMPA! Não toleramos uma pequena nódoa microscópica que cai na nossa camisa, porque  nos preocupamos com o impacto que isso pode ter na nossa imagem perante os outros. Mas, convivemos bem com manchas gigantes de pecado nas nossas vidas, e melhor ainda com os pequenos pecadinhos,  não nos importando com o impacto que isso possa ter no nosso relacionamento com Deus.

Temer o Senhor significa abandonar uma conversa que se torna torpe ou maledicente. Temer o Senhor significa mudar de passeio para não passar na banca de jornais com capas imorais. Temer o Senhor significa desligar a TV para não contaminar a minha mente com sensualidades, mentiras, perversões e branqueamentos do pecado. Temer o Senhor significa ter cuidado por mim mesmo – na maneira como me visto, falo, comunico – para não provocar os outros ao pecado. Temer o Senhor significa não ficar sozinho com a namorada para evitar a tentação. Temer o Senhor significa ficar do lado da verdade ainda que isso me prejudique. Temer o Senhor significa não tolerar nenhuma espécie de pecado na minha vida, mas chorá-lo amargamente em busca de arrependimento e perdão. Temer o Senhor significa aprender a Sua santidade.

Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos. (Salmo 19:12)

Temer o Senhor é buscar incessantemente a vitória sobre o pecado.

Sinto-me tremendamente humilhado diante do meu Deus. Quero ser limpo. E tu?

Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, SENHOR, Rocha minha e Redentor meu! (Salmo 19:14)

Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s