A Justiça de Deus

Fui abordado por um leitor que me colocou uma série de questões que transcrevo aqui:

  1. Se não há salvação a não ser por Cristo, como ficam os milhões de seres humanos que nasceram e viveram antes de Cristo?
  2. Se nada acontece sem a vontade de Deus, porque existem ateus?
  3. Se Deus é a expressão máxima da bondade, porque é que há crianças que já nascem em sofrimento?
  4. Se Deus é justo, porque é que as pessoas já chegam ao mundo em situações desiguais?

justiçaPor serem várias questões que, no fundo, estão relacionadas com o mesmo conceito – a Justiça de Deus, e, na tentativa de dar um esclarecimento  mais completo, decidi responder com uma série de artigos sobre o assunto.

A Justiça de Deus é talvez um dos aspectos do Seu carácter que temos maior dificuldade em compreender. A Bíblia explica-nos porquê:

Os homens maus não entendem o juízo, mas os que buscam ao Senhor entendem tudo.
Provérbios 28:5

Para entender a justiça é preciso temer ao Senhor.

Dividi o assunto em 4 partes para podermos aprofundar melhor o que a Bíblia ensina sobre a Justiça de Deus.

1. Deus é Justo.

A Bíblia constantemente afirma os atributos perfeitos do carácter de Deus. A harmonização desses atributos, sem que um viole ou diminua o outro, é a expressão da Santidade de Deus. Amor. Justiça. Ira. Estes três são porventura os que parecem aos nossos olhos irreconciliáveis. Como pode um Deus de Amor condenar pessoas ao inferno? Se Deus é justo, como permite o sofrimento de pessoas inocentes? (continuar a ler…)

2. A Justiça de Deus em condenar pecadores.

Todos compreendemos e aceitamos que a violação da lei merece punição. Isso é justiça. Injustiça é quando alguém que viola a lei escapa impune. Curiosamente, quando falamos da Justiça de Deus, logo se ergue um coro de vozes a reclamar quando Deus castiga os pecadores. O pecado, a nossa violação da Lei de Deus, merece punição. Isso é Justiça. (continuar a ler…)

3. A Justiça de Deus em salvar pecadores.

E, quando Deus não castiga o pecador, há justiça? Se o pecado merece castigo, como pode Deus perdoar pecados e permanecer Justo? E, se Deus salva uns e outros não, não está a ser imparcial? Como é que o Evangelho é a expressão maior da beleza, perfeição e bondade da Justiça de Deus? (continuar a ler…)

4. Deus e o sofrimento humano.

Se Deus é Justo e Amoroso, por que há tanto sofrimento no mundo? O sofrimento humano, principalmente dos inocentes e indefesos, é a grande pedra de tropeço para muitos não crerem em Deus. Como é que o Deus Justo e Amoroso vê o sofrimento humano?

Durante os próximos dias iremos mergulhar na Palavra de Deus em busca de respostas a estas inquietações. Rogo a Deus para que Ele ilumine os nossos corações com a Sua sabedoria para entendermos o que Ele nos quer ensinar. Rogo para que me faça fiel à Sua Palavra. Assim Deus me ajude.

Anúncios

Partilha os teus pensamentos:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s